Me mostra a sua calcinha na webcam?


- Oi fia, me mostra sua calcinha na webcam?
- Como é que é?
- Sua calcinha.

* Você convidou JulianaMel para envio de imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

* JulianaMel recusou seu convite para envio de imagem da webcam.

- Tá bêbado?
- Não.
- Então que porra é essa de ‘me mostra sua calcinha na webcam’?
- É pro blog. O blog ta começando,... tô inspirando.

Pro blog porra nenhuma. Viu a amiga com uma foto muito saliente na janelinha e resolveu arriscar. Se colar, colou.

- Tá de sacanagem...
- Serinho, fia.
- O que tem a ver ficar de calcinha pra você com o blog?
- Tô fazendo uma enquete aqui. Tá todo mundo mostrando.
- Oi?
- Pedi pra um monte de meninas. Tem várias que já me mostraram.

Mentira. Nenhuma topou.

- Cara, você tá comendo merda. Só pode.
- Então beleza.


Passado algum tempo...

*JulianaMel acabou de chamar a sua atenção.

- Fala, fia.
- Alguma idiota caiu nesse papo?
- Que papo?
- De mostrar a calcinha.
- Já vi váaaaaarias!
“... e Gepeto...”
- Não acredito.
- Ué, problema teu.
- Várias quantas?
- Quantas o quê, fia?
- Quantas já te mostraram a calcinha?
- Quatro.
- Que mentiroooooooooso, cara!
- Valeu, Ju. Não quer mostrar não mostra. Vou lá que eu tô ocupado.

Mais algum tempo depois.

*JulianaMel acabou de chamar a sua atenção.

Depois homem é que é tudo igual...

- Oi, fia.
- Vou te mostrar minha calcinha.
- Opaaaaaa!
- Mas é na mão.
- Porra, na mão, Juliana?
- Na mão, e se quiser. Você pediu pra ver a calcinha, não foi a buceta, meu filho.
- Verdade. Pô, Juli...
- NEM VEM!
- HAHAHAHAHAHAHAHAHA

[DICAS CAFAJESTE]

“Grande merda ver uma calcinha na mão” você deve estar pensando. Concordo. Grande merda. Se o tesão fosse esse, uma tarde na C&A valia mais punhetas do que toda uma coleção Emanuelle. Mas na cabecinha das pobres meninas, elas estão fazendo algo super proibido.

Não ri.

- Quero ver a calcinha na mão então.
- Tá.
- Mas pega a menor que você tiver.
- Ah, não... não começa.
- Cara, se for me mostrar “calçola coador de café da vovó”, nem precisa se dar ao trabalho. Me deixa pelo menos imaginar algo bom.
- Não pô,... a menor é foda, né?
- Cara, posso te dar opções.
- Lá vem...
- Sério, ó... você tem duas opções boas.
- Mal posso esperar.
- Mostra a menor na mão ou veste uma grande e me mostra.
- HAHAHAHAHAHAHAHAHA. Tua cara não queima não?
- Por quê?
- Você acha mesmo que isso vai funcionar? Você já fez isso tudo pensando em chegar nessa parte.
- Que parte?
- De me mandar vestir a calcinha grande e aparecer. Você não tá nem aí pra ver calcinha pequena nenhuma.

Fato. O “ver calcinha” o lembrou aquele catálogo da Hermes.

- Na verdade, eu tava pensando em ver você vestida, mas com a pequena.
- HAHAHAHAHAHAHAHAHA.
- HAHAHAHAHAHAHAHAHA quer dizer o quê?
- Não vou cair na tua conversa. Calcinha pequena na mão.
- Ok.

* Você convidou JulianaMel para envio da imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

- Não acredito que eu tô fazendo isso.
- Nada demais. De todas, a única que vai mostrar na mão é você.

Isso era verdade, nenhuma tinha mostrado na mão nem em lugar nenhum.

- Mesmo assim. Você acha que eu saio ligando webcam e mostrando calcinha assim pra qualquer um?
- Claro que não. Você é santinha.

[DICA CAFAJESTE]

Chamar de ‘santinha’ é um truque infalível. Por mais tendência a beata que a moça tenha, se ela tiver um pingo de vontade de te dar, vai se ofender demais com essa expressão e aí, cair naquele maravilhoso clima vingativo de ‘Santinha, né? Tu vai ver a santinha, filho da puta!’

“Rá!”

- Não sou santinha. Só não sou essas piranhas do seu blog que você tá acostumado.
- Nossa, minha única leitora de família. Que tentador!
- Pára, porra!

Juliana era uma morena de cabelinho cacheado. Tooooooda gostosa. Já tinha escrito um conto pra ela crente que ia comer. Foi uma das poucas vezes que não colou. Com a moça de volta ao Rio, valia muito uma reaproximação. Ainda mais de calcinha.

- Mostra aí então.
- Calma! Tô criando coragem.
- Já vi que vai me aparecer com uma enorme e dizendo que é a menor que tem, que compr...

A morena balançou a calcinha string no dedo.

- ...
- Por essa você não esperava, né espertão?
- ...
- Tá pequena o suficiente? Menor do que essa eu não tenho...

Disse isso esticando a calcinha na mão. Não conseguia imaginar como a morena cabia ali dentro. Era realmente MUITO PEQUENA.

- Cara, não sei nem o que te dizer.
- HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Deixei o cafajeste sem resposta? Que honra!
- Danatcheeeeenha!

Claro que agora a menina está esperando um desesperado “Veste aí”.

Óbvio que ele vai pedir, mas não precisa ser agora.

Resolveu dar uma olhada em quem estava online e usar o mesmo truque.

- Oi fia.
- Oi, moço. Quanto tempo!
- Então, tô escrevendo um conto pro blog...
- É, eu vi que separou o marolinha. Legal, hein?
- Pois é. Pra esse conto novo eu tô pedindo ajuda das leitoras.
- Opa! Se eu puder ajudar...
- Pode sim. Me mostra a sua calcinha?

* Você convidou Anelise para envio da imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

- Na webcam?
- É.
- Assim, do nada?
- Aham.
- Pra um conto?
- É. “A Festa da Calcinha do Cafajeste ou safado?”
- Tá bom.

“Tá bom?”
Quando a imagem apareceu, a loirinha não parava de rir.

- O que foi, fia?
- Tu é muito doido, cara.
- 111]
- Aposto que já deve ter visto um monte, né?
- Já sim.
- Acho divertido. Sempre quis participar de um.
- Sua chance, ó.
- Posso trocar por uma sexy ou tem que ser a que eu estou vestindo?

A resposta óbvia seria “uma sexy”, mas pra dar um ar de “pesquisa antropo-voyeur”, preferiu dizer que tinha que ser a que vestia mesmo. Até porque, pela facilidade, não seria difícil ver a outra também depois.

- Essa daí mesmo.
- Tá bom.

A loirinha levantou a blusa. Barriga linda. Nunca tinha visto. Fica impressionado com o tempo que uma mulher leva pra abrir uma porra de um botãozinho nessas horas. Parece até que nunca fez isso na vida.

- Tá olhando?
- Tô.

A calcinha era vermelha. Sem adereços, mas representando dignamente a vontade de trepar. Não passaria por santa pra ninguém, mas também escapou do clima “oi oi, tô chegando da zona”.

- Bonita, hein? Vira?
- Tem que virar?
- Aham. Tá todo mundo virando.
- Tá.

Era uma bundinha magrinha, mas tinha seus encantos. A curvinha delicada na perna vinha quase com um esporro junto: “sou magrinha mas eu malho, tá querido?”

“Tá, fia. Tá.”

Juliana, a da calcinha na mão, chamou de novo.

- E aí, fio? Só nas calcinhas?
- Só.
- Tarado.

Se existe uma coisa na qual você sempre pode apostar é, no senso de competição das mulheres. Elas são inimigas naturais. Dizer que alguma outra foi melhor do que ela em qualquer coisa, é quase uma declaração de guerra.

- Outra amiga minha mostrou a calcinha na mão.
- Viu aí? Sou lançadora de tendências, meu bem! Rá!
- Pois é. Mas a dela era menor.

[Céu ficando preto. Barulho de trovão.]

- Menor?
- Menor não,... mais interessante.

[Raios. Muitos raios.]

- Maneiro. Parabéns pra ela.

Imaginava a menina furiosa, já perguntando pra todas as amigas que moravam perto se elas não podiam emprestar a menor calcinha que tivessem, porque ela precisava “fazer uma parada aí”.

- Ué. Normal, fia.
- É, ué. Não tô falando nada.

Muita vontade de rir.

Mais um rolé.

- Oi fia.
- E aí, fio? Tudo bem?
- Tudo.
- Me mostra sua calcinha na webcam?

* Você convidou Bruna para envio da imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

- Minha calcinha? Você já tá careca de ver.
- Então.
- Deu saudade, foi?
- É pra um conto no blog.
- Hummmm,... calma aí.

Nunca ia imaginar, mas não é que o negócio dava certo? Se você tá no osso, amiguinho, faça um blog. Fica a dica.

Resolveu testar todas as meninas com webcam de sua listinha de contatos.

- Me mostra sua calcinha?

* Você convidou (#) Patty (#) para envio da imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

- Nem vai rolar. Tô sem, gato.

*(#) Patty (#) recusou seu convite para envio de imagem da webcam.

- Hummmmmm...
- Deu azar hoje, fio. ;)

Outra.

- Oi fia, tá em casa?
- Tô sim, bonitão. O que você manda?
- Me mostra a calcinha na webcam?

* Você convidou Ana Paula para envio da imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

- Tá direto, hein? Adooooooooooro!
- Então mostra logo, anda.
- Hummm,... se eu não mostrar você me bate pra eu aprender a obedecer? Acho que tô má hoje...
- Ai caralho...

Voltou na primeira.

- E aí, fia?
- Ué? Cansou do tapa-xota da outra lá?
- Não. Tá lá ainda.
- Já é a quinta, né? Já enjoou de ver...
- Na verdade é a sétima. Teve uma galera que ficou online depois que a gente se falou, pá...
- Pfff,... você é ridículo!
- Achei que você ia tentar arrumar uma calcinha menor pra me mostrar.
- Eu tenho.
- Tem nada.
- Tenho sim. Mais de uma até.
- Claro que tem.
- Você nunca vai ver!
- Assim é mole. Aí,... tenho uma cueca de ouro que toca bolero e faz gozar em 30 segundos, mas você nunca vai ver!
- HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.
- Então...
- Já acabaram as piriguetes todas? Do MSN, do Facebook, do Twitter e do caralho que for?
- Quanto egoísmo,... que sentimento pouco nobre...
- Tu ficou vendo essas vagabundas todas ai de lingerie, fala isso na minha cara e tá achando que eu vou achar maneiro e te mostrar alguma coisa?
- Aham.
- Você é brasileiro, né?
- Aham.
- Vi.

Tá de muita marrinha. Várias janelinhas piscando.

- Oi, fia.
- Vem cá,... tá aí pedindo pras meninas mostrarem a calcinha, né tarado?
- Aham. Como você sabe, fia?
- Anelise falou.
- Hummmmm...
- Você gosta de ver por quê?
- Porque é como se fosse uma garrafa de Absolut: “Não bastasse o que vem dentro ser bom, a embalagem também é uma beleza”.
- HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Tô com uma amiga minha aqui em casa.

[MUITA CALMA NESSA HORA. PEGUE UMA CERVEJA E MINIMIZE TODAS AS JANELAS.]

- Ah, é? Que legal, hein?

Vontade de rir.

- Aham. Mas ela não é sua amiga. De repente não tem a ver você ver ela de calcinha também...
- Nada. Eu faço amizade rápido. “Oi, amiga da Dani. Beleza, amiga?”
- HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Ela tá morrendo de rir.
- Viu? Minha amiga já.

* Você convidou DaniCat para envio da imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

- Alô, hein?
- HAHAHAHAHAHAHA.
- Que delícia!
- Qual é mais bonita?
- Difícil. Tenho que olhar de mais perto..

As meninas chegaram juntas pra perto da câmera. A amiga era gata, a outra tinha umas manchas esquisitas nas coxas. Mas eram duas. Não precisa exigir demais também. A amiga estava com a calcinha menor do que a marca do biquíni. De fazer passar mal.

- Ô Daniela... o que é isto, meu amor? Venha me dizer!
- HAHAHAHAHAHAHAHA. Conta aí desse teu conto.
- É uma postagem dizendo que mulher que fica de calcinha na webcam é tudo piranha filha da puta. Já dei até um print aqui com teus córnos que é pra ilustrar.
- HAHAHAHAHAHAHAHA. Ah,... tira um chupando o dedo, ó... bem piranha.
- Faz isso não...
- Peraê, rapidão.

* DaniCat cancelou o envio da imagem da webcam.

Hora de dar um rolé pelas outras janelinhas.

O nome de exibição tava de matar de rir.

- Oi, ‘Juliana. Curte as piranhas aí, ok? Curte mesmo!’, tudo bem com você?
- Tá me chamando por quê? Acabou o Show das Putas?
- Nada, o Show das Putas tá bombando. Só tô dando uma passadinha pra ver se a atração principal da noite ainda tá precisando de alguma coisa ou se já pode entrar.
- Rá rá rá! Vontade de te socar.
- Pra você ver como é. As meninas estão de calcinha e me tratando no maior amor. É aí que você perde.
- Vai tomar no seu cu!

Irritar. O segundo maior prazer dessa vida.

* Você convidou DaniCat para envio da imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

- Estão demorando pra caralho. Ficaram com tesão e estão se pegando? Me deixa ver pelo menos.
- HAHAHAHAHAHAHAHAHA. Gosta?
- De quê?
- De mulher se beijando.
- Ráaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Antes ele achava que o segredo pra fazer essas coisas acontecerem (uma menina beijar a outra) era papo de fazer ela acreditar que aquilo é a coisa mais natural do mundo, mas um dia, uma amiga sapata explicou que era exatamente o contrário: ela tem que pensar que é um absurdo ela estar naquela situação. Que ela é suja, putinha e sem vergonha por isso.

“Safatcheeeeenha!”

Pela pilha, a amiga já tava querendo beijar a outra. O papo era de convencer.

- Como é o nome da tua amiga, Dani?
- Pri.
- Bota ela aí.

Troca de lugares. Decotão na tela.

- Oi, Pri.
- Oi, Cafajeste. Não sei como ela me convence a fazer essas coisas.
- Convence porque você é outra safada. Igualzinha a ela. Mas teu peito é mais bonito.
- Brigada! :$
- Você gosta que brinque com eles?
- Meus peitos?
- É.
- Gosto. :$
- Devem ser bons de pegar.

Por cima do ombro da menina, a amiga encheu a mão no peito dela.

Pelo monitor acompanhou o susto da decotada e via as duas agora no embate “pode pegar / não pode pegar”.

“Tragam a piscina com gel!”

Pri estava de camiseta e calcinha. A mão de Dani ia pelos ombros já por dentro da camisa, até fazer a curva no generoso colo. As vezes Pri ria, as vezes mordia o lábio. Bonito de ver.

*Juliana. Curte as piranhas aí, ok? Curte mesmo!* acaba de chamar a sua atenção

“Nem li. Mal aê”.

*Juliana. Curte as piranhas aí, ok? Curte mesmo!* acaba de chamar a sua atenção

- Eu ia vestir a calcinha maior, mas como você não atende...
- ...
- Filho da puta!

É o diabo que o obriga a fazer isso.

Voltou pra janelinha da dupla.

- A calcinha pra eu dar um print e colocar no post.
- Qual?
- As duas.
- Hummmmm, com foto de capa e tudo?
- Aham.
- Que delíiiiiiiiicia, hein?

A amiga empinou.

Como já tinha virado bagunça mesmo, chamou mais uma.

- Tô fazendo um conto pro blog.
- Aham.
- Preciso da sua ajuda.
- Pode falar.
- Me mostra a calcinha?

* Você convidou Jéssica para envio da imagem da webcam. Aguarde uma resposta ou escolha Cancelar (Alt+Q) o convite pendente.

- Jura que isso dá certo?
- Já vi várias calcinhas e até um peitinho.
- Depois vem chorar que não arruma namorada.
- Então, mostra aí.
- ‘Mostra aí’ é o caralho, meu filho! Tu acha que eu ficar te mostrando calcinha só pra ser mais uma?
- Ué, várias outras não quiseram mostrar. Tu vai continuar sendo ‘só mais uma’ do mesmo jeito.
- HAHAHAHAHAHAHAHA. Tá. Ganhou essa na resposta.
- Opaaaa!
- Olha, tarado.
- Alôooooooooooooooooooo,... paçomáo, hein?
- Agora chega. Punheteiro depois de velho, coisa feia.
- Feia é? Pensei que você ia querer olhar, fia...
- Ai...
- Quer olhar?
- Hummmm,... quero!

*Jéssica* está convidando você para iniciar exibição de webcam.

*Você recusou o convite para envio de imagem da webcam.

- Siririqueira depois de velha, coisa feia...
- Filho da puuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuta!
- HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.

*Juliana. Curte as piranhas aí, ok? Curte mesmo!* acaba de chamar a sua atenção

“Nem li”.

*Juliana muito puta* acaba de chamar a sua atenção

-...

*Juliana muito puta* acaba de chamar a sua atenção

- ...

*Juliana Belém belém pra sempre se não me responder* acaba de chamar a sua atenção

- Ah é, né viado?

*Juliana com uma calcinha menor do que essas putas todas* está convidando você para iniciar exibição de webcam

- Opaaaaaaaaaaaaaa...

As mulheres são inimigas naturais. Nunca se esqueça disso.

Se esticou na cadeira, pegou uma cerveja e minimizou tooooodas as janelas.

“Rá!”

http://cretinolover.blogspot.com

Um comentário:

  1. Robson Black ♪4 de julho de 2010 17:40

    meu deus cara!sauhsahusauhuhsasauhsahusahuisso foi perfeiitooooooooooo!!!!!!!shuahasuhausuhaahsuhuasaseu ri como uma criança... valeu muito a pena perder uns 10 minutos lendo e rindo... e copiando pros meus amigos isso!sausauhahuahuasuhsadetalhe... a invertida na jessica foi fenomenal! sahusahusausauhsuhasuha

    ResponderExcluir